Suspeito de matar namorada e esconder o corpo declara-se inocente

O homem de 59 anos acusado de ter matado a namorada e escondido o corpo declarou-se inocente perante o tribunal de júri que hoje o começou a julgar em Viana do Castelo e nada mais afirmou.

“Nego os factos que me são imputados. Estou inocente”, disse o arguido durante a primeira sessão de julgamento, recusando, quando questionado pela juíza que preside ao coletivo.

“Quer explicar?”, perguntou a magistrada judicial, ao que respondeu: “Não”.

O homem, fiscal de obras, desempregado, natural de Alijó, chegou a tribunal acusado de um crime de homicídio qualificado, profanação de cadáver, furto qualificado e detenção de arma proibida.

Na tese do Ministério Público (MP), o arguido, detido em março de 2015 e desde então a aguardar julgamento em prisão preventiva, matou a namorada, entre 27 e 28 de agosto de 2012.

Desferiu-lhe, com um “objeto contundente”, um golpe na coluna vertebral, provocando-lhe de forma “direta e necessária” a morte, segundo a acusação.

“Depois de se assegurar que estava morta e com o fito de não ser responsabilizado, escondeu o cadáver numa mata arbustiva situada no lugar de Paredes, freguesia de São Pedro de Arcos, no concelho de Ponte de Lima, local ermo e descampado, onde só casualmente viria a ser encontrado, a 04 de novembro de 2012”, refere o MP.

Na altura dos factos o arguido e a namorada tinham residência em Torres Novas e teriam vindo passar uns dias ao Alto Minho, tendo ficado hospedados numa residencial em Ponte de Lima, concelho onde viria a ser encontrado o corpo da mulher, na altura com 32 anos de idade.

Quando foi detido, em março 2015, o homem encontrava-se em liberdade condicional à ordem de outro processo onde foi condenado a pena de prisão por tentativa de homicídio de uma filha de uma anterior companheira.

Apúlia. Professora de Esposende desaparecida de lar encontrada cadáver

Uma utente do Centro Social João Paulo II, situado na freguesia de Apúlia, foi encontrada sem vida, ao final da manhã desta quarta-feira num campo agrícola perto do referido lar.

A professora reformada Rosa Portela, de 80 anos e natural de Esposende, estava desaparecida desde a hora de almoço de ontem.

A família da idosa deu alerta para as autoridades, sendo que os Bombeiros Voluntários de Fão e GNR de Esposende, incluindo uma equipa cinotécnica, encetaram várias buscas desde a tarde de ontem.

As redes sociais também espalharam o desaparecimento da conhecida professora.

No entanto, e depois destas serem suspensas, as buscas foram retomadas hoje de manhã e Rosa Portela foi encontrada sem vida por um residente no lugar de Pedrinhas.

Conhecida pelas dificuldades motoras e com Alzhmeimer, a família procura agora respostas quanto ao que se terá passado com Rosa Portela.

A Polícia Judiciária, ao início da tarde, fez várias diligências no local onde a vítima foi encontrada, mas afasta, numa primeira análise, a hipótese de crime.

Os Bombeiros Voluntários de Fão fizeram o levantamento do cadáver, sendo que este foi transportadas para o Instituto de Medicina Legal do Hospital de Viana do Castelo.

Viana do Castelo. Keso e Paraguaii são os destaques no VIBE

Keso e Paraguaii são os destaques maiores na presente edição da “Festa da Primavera” do ciclo VIBE, o certamente que tem sido sinónimo de grandes concertos no centro histórico de Viana do Castelo.

Reconhecido pela sua exigência qualitativa, Keso é um artista de detalhe que dificilmente torna uma prestação de sua responsabilidade em algo meramente banal. Coleccionador de música e de experiências pelo mundo fora, Keso é uma referência do hip-hop e da spoken word.

Os Paraguaii regressam a Viana em grande forma, com o seu segundo disco na bagagem. “Dream About The Things you Never Do” é, assumidamente, o registo mais pop dos Paraguaii, um jogo constante entre os universos mais dançantes da música electrónica e a genética rock da banda.

O encerramento da festa acontece a horas mais tardias, no Bar Porta 93, ao ritmo de Claiana. This Penguin Can Fly e Passa Discos Jusa são os restantes nomes que completam o cartaz.

Na noite de sábado 24 de junho, no Coreto do Jardim a partir das 21h30, a Festa da Primavera faz-se com muita música pela noite dentro.