Última hora. Resgatados com vida pescadores que caíram ao rio Cávado

Dois pescadores que caíram ao rio Cávado ao início da tarde desta terça-feira foram resgatados com vida pela equipa de mergulho dos Bombeiros de Amares, avançou ao Semanário V o segundo-comandante daquela corporação, Jorge Silva.

Os dois homens, que estariam a pescar, caíram ao rio Cávado depois do barco onde seguiam ter-se virado. Os pescadores, com idades entre os 50 e os 60 anos, conseguiram agarrar-se ao barco e foram arrastados pela corrente até perto da Ponte do Bico, onde foram intercetados pelo resgate dos bombeiros amarenses.

As vítimas apresentavam sinais de hipotermia mas aparentavam estar estáveis. Foram evacuados para o Hospital de Braga”, referiu ainda Jorge Silva.

No socorro estiveram cerca de 20 operacionais dos Bombeiros de Amares e da Companhia de Sapadores de Braga, para além do INEM e a GNR.

Marinhas. Incêndio em Albergue sem feridos a registar

Pelas 17h30 desta quinta-feira os Bombeiros Voluntários de Esposende receberam um alerta para um incêndio no Albergue de S. Miguel, na freguesia de Marinhas.

Para o local foram enviados dois veículos de socorro (combate a incêndios urbanos e de comando) e seis operacionais.

O incêndio ficou confinado a um compartimento e provocou apenas danos materiais. Não houve feridos a registar.

A GNR tomou conta da ocorrência.

Bombeiros. Esposende, Barcelos e Barcelinhos a caminho de Góis

Solicitado pelo Comando Distrital Operações de Socorro (CDOS) de Braga, os corpos de Bombeiros Voluntários de Esposende, Barcelinhos e Barcelos estão a caminho de Góis, distrito de Coimbra.

Estas corporações vão integrar o Grupo de Reforço para Incêndios Florestais (GRIF), composta ainda por bombeiros de Guimarães, Amares, Taipas e de Vila Nova de Famalicão.

Nas últimas horas, mais de uma centena de pessoas teve que ser retirada da zona de Góis devido ao violento aproximar das chamas.

“O incêndio aumentou nas últimas horas”, afirma a Autoridade Nacional de Proteção Civil, acrescentando que 18 aldeias de Góis já foram evacuadas.