Museu de Olaria. Rede de museus leva alunos de Barcelos à Costa Rica

A Câmara de Barcelos assinou protocolo de colaboração com entre a Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), o Município de Barcelos, São João da Madeira e Penafiel, no âmbito do projeto EU-LAC-MUSEUMS, e que visa a promoção das relações entre a União Europeia e a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC).

A vice-presidente da Câmara de Barcelos, Armandina Saleiro, indicou que este projeto de cariz internacional, que envolve oito países, é coordenado pela Universidade de St. Andrews, na Escócia e vai colocar dois alunos de Barcelos a “estudar” museus na Costa Rica.

O Museu da Olaria é o museu escolhido em Barcelos para receber este “intercâmbio de museus”. O programa faz parte da Mobilidade Jovem que se enquadra no pacote de trabalho “Educação em Museus para a Inclusão e Coesão Social” é coordenado pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), que convidou três museus municipais a integrarem o consórcio nacional: o Museu da Chapelaria, em S. João da Madeira, o Museu de Olaria, em Barcelos, e o Museu Municipal de Penafiel através do seu núcleo da aldeia de Quintandona.

 

Esposende. Município assinala Dia Mundial do Teatro

O Município de Esposende vai levar a efeito, no próximo sábado, dia 17 de março, pelas 21h30, no Auditório Municipal de Esposende, a apresentação da peça “Leandro, Rei da Helíria”, pela Companhia de Teatro ARCA.

O espetáculo insere-se nas comemorações do Dia Mundial do Teatro, que se assinala a 27 de março, e tem entrada gratuita. Os ingressos estarão disponíveis a partir das 20h30, no Auditório Municipal, podendo as reservas ser efetuadas através do telemóvel 930 479 093 ou do e-mail ana.ferreira@cm-esposende.pt.

“Leandro, Rei da Helíria” é um espetáculo para toda a família, onde os mais pequenos vibram com uma fantástica história de reis, príncipes e princesas e os mais velhos se deliciam com o enredo e simbolismo que a peça transmite.

Com um enredo muito semelhante ao “Rei Lear”, de William Shakespeare, este conto da tradição popular foi adaptado para o teatro português pela escritora Alice Vieira. É uma história onde se fala de amor, de ingratidão e do que acontece a um rei quando é destronado.

Barcelos. Piscinas Municipais reabrem após obras de requalificação e beneficiação

Reabriram dia 12 de março as Piscinas Municipais, concluídas que estão as obras de requalificação e beneficiação, que incidiram nos sistemas hidráulico, mecânico, cobertura e envidraçados.

Depois de feitas inspeções regulares de manutenção por técnicos no edifício das Piscinas Municipais, detetou-se a necessidade de renovar e introduzir melhorias ao nível da cobertura e dos equipamentos hidráulicos, mecânicos e da qualidade do ar interior das piscinas, que careciam de obras de requalificação e beneficiação, decorridos que estão quase 18 anos sobre a abertura ao público das Piscinas.

A cobertura do edifício foi alvo de substituição e dotada de um reforço do isolamento térmico que melhorará o comportamento térmico da envolvente exterior, eliminando pontos de infiltrações de água.

Os vãos envidraçados foram reforçados ao nível da estrutura, com a reparação de todos os equipamentos hidráulicos e mecânicos assim como de ventilação. A intervenção na área da ventilação, nomeadamente a substituição do sistema de desumidificação, vai permitir melhorar significativamente a qualidade do ar interior das Piscinas.

Foram ainda substituídas as condutas de aspiração na nave da piscina, substituídos os filtros de areia e renovado o sistema de ventilação/climatização.

A obra teve um custo de 563.605,80€ euros, acrescido de IVA, numa área de implantação de 2.900,00m2.