Menu

Esposende. Seis redes de captura de meixão apreendidas no rio Cávado

O Comando-local da Polícia Marítima de Viana do Castelo desenvolveu na noite de 21 de fevereiro, uma missão de fiscalização, dedicada à apanha ilegal do meixão (Anguilla anguilla), no rio Cávado, em Esposende.

Como resultado desta missão foram apreendidas seis “telas” (redes do tipo mosquiteiro), tendo sido levantados os respetivos seis autos de notícia.

A captura do meixão é ilegal no rio Cávado, punível com coima de 600 a 37500 euros. O valor de primeira venda deste pescado pode chegar aos 500 euros por Kg no mercado paralelo.​

Voltar a Media Center

Jornalista - Carteira Profissional Nº CO/1250