Menu

Meteorologia. Fenómeno extremo de vento atinge 12 pavilhões fabris e destrói telhados em Barcelos

Fenómeno extremo de vento, comparado a tornado, atingiu doze pavilhões na zona industrial da Várzea, concelho de Barcelos. Os telhados voaram e só numa empresa os prejuízos atingem mais de meio milhão de euros.

Tudo aconteceu pouco depois das cinco da manhã desta madrugada de sexta-feira, como explicou o proprietário de vários pavilhões atingidos.

“Levantou tudo à passagem do minitornado. Uma coisa assustadora. Tenho vários pavilhões e três ficaram sem telhado”, disse João Lima, próprietário de um dos pavilhões.

Rui Araújo, adjunto dos Bombeiros Voluntários de Barcelinhos, explicou que a situação atinge a zona industrial da Várzea.

“Há doze pavilhões atingidos. Trata-se de um fenómeno pouco comum de vento. Arrancou cobertura e projetou muito material pelo ar”, disse o COS.

Os prejuízos são elevados e no terreno, para além dos Bombeiros de Barcelinhos, estão os serviços de proteção civil da Câmara de Barcelos e GNR de Barcelos.

Não há danos humanos.

 

 

 

Jornalista - Carteira Profissional Nº CO/1250